Archive for the Momento Descontração Category

9 razões para comprar um iPhone 5

Posted in Desenhos, Momento Descontração with tags , on abril 10, 2011 by mariboaretto

Fonte: The Next Web

Se um cachorro fosse professor…

Posted in Curiosidades, Momento Descontração with tags , , , , on fevereiro 27, 2011 by mariboaretto

O padre e o secador de cabelo

Posted in Momento Descontração with tags , , on novembro 6, 2010 by mariboaretto

Uma Senhora muito distinta estava em um avião vindo da Suíça. Vendo que estava sentada ao lado de um padre simpático, perguntou:

– Desculpe-me, padre, posso lhe pedir um favor?
– Claro, minha filha, o que posso fazer por você?
– É que eu comprei um novo secador de cabelo sofisticado, muito caro. Eu realmente ultrapassei os limites da declaração e estou preocupada com a Alfândega. Será que o Senhor poderia levá-lo debaixo de sua batina?
– Claro que posso, minha filha, mas você deve saber que eu não posso mentir!
– O Senhor tem um rosto tão honesto, Padre, que estou certa que eles não lhe farão nenhuma pergunta. E lhe deu o secador.
O avião chegou a seu destino. Quando o padre se apresentou à Alfândega, lhe perguntaram:

-Padre, o senhor tem algo a declarar?

O padre prontamente respondeu:

– Do alto da minha cabeça até a faixa na minha cintura, não tenho nada a declarar, meu filho.

Achando a resposta estranha, o fiscal da Alfândega perguntou:

– E da cintura para baixo, o que o Senhor tem?
– Eu tenho um equipamento maravilhoso, destinado ao uso doméstico, em especial para as mulheres, mas que nunca foi usado.

Caindo na risada, o fiscal exclamou:

– Pode passar, Padre! O próximo…

Moral : A inteligência faz a diferença.
Moral 2 : Não é necessário mentir, basta escolher as palavras certas.

Quatro lições básicas para sobreviver no emprego

Posted in Curiosidades, Momento Descontração, Textos with tags , , on outubro 21, 2010 by mariboaretto

Lição número um

Um urubu está pousado numa árvore, fazendo nada o dia todo. Um coelho viu o urubu e perguntou:

– Posso sentar como você e ficar fazendo nada o dia todo?

O urubu respondeu:

– Claro, por que não?

Assim, o coelho sentou-se embaixo da árvore e ficou descansando. Subitamente apareceu uma raposa que saltou sobre o coelho e o comeu…

MORAL DA HISTÓRIA: Para ficar sentado sem fazer nada, você precisa estar sentado muito, muito alto.

Continue lendo

Obrigada, amigas.

Posted in Momento Descontração, Textos with tags , , , , on setembro 30, 2010 by mariboaretto

Chorei de rir. Mais do que verdadeiro !

O grande segredo de toda a mulher, com relação aos banheiros é que quando pequena, quem a levava ao banheiro era sua mãe. Ela ensinava a limpar o assento com papel higiênico e cuidadosamente colocava tiras de papel no perímetro do vaso e instruía:

Continue lendo

Dramas Femininos

Posted in Desenhos, Momento Descontração with tags , , , on setembro 15, 2010 by mariboaretto

Continue lendo

Ser feliz ou ser rico ?

Posted in Momento Descontração, Textos with tags , , , , , on setembro 6, 2010 by mariboaretto

“Li em uma revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico.

Aprendi, por exemplo, que se tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, nos últimos quarenta anos, teria economizado 30 mil reais. Se tivesse deixado de comer uma pizza por mês, 12 mil reais.
E assim por diante.

Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas. Para minha surpresa, descobri que hoje poderia estar milionário. Bastaria não ter tomado as caipirinhas que tomei, não ter feito muitas viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei. Principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em ítens supérfulos e descartáveis.

Ao concluir os cálculos, percebi que hoje poderia ter quase 500 mil reais na minha conta bancária. É claro que não tenho este dinheiro. Mas, se tivesse, sabe o que este dinheiro me permitiria fazer? Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar em ítens supérfulos e descartáveis, comer todas as pizzas que quisesse e tomar cafezinhos à vontade. Por isso, me sinto muito feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro por prazer e com prazer. E recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que fiz. Caso contrário, chegarão aos 61 anos com uma montanha de dinheiro, mas sem ter vivido a vida.”

Texto de Max Gehringer